Font Size

Profile

Menu Style

Cpanel

18Novembro2017

MS Office Gurus

Onde os desenvolvedores Office se encontram

  • Criar conta
    *
    *
    *
    *
    *
    *

    Campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.

Você está aqui: Home Artigos Microsoft Office Access Curso MS Access Modelagem de Dados: Parte 2
Mensagem
  • Kunena is not installed or the installed Kunena version is not supported. The plug-in has now been disabled. Please install/upgrade Kunena to version 1.7 for the Kunena Discuss Plug-in to function properly.

Curso MS Access Modelagem de Dados: Parte 2

Esta é a segunda parte da série de artigos que compõem o curso online grátis de modelagem de dados no Microsoft Access 2003. Não deixe de ler a primeira parte do curso para acompanhar melhor as questões debatidas sobre o Microsoft Access e outros aplicativos do Microsoft Office tais como Microsoft Excell e Microsoft Word. Nesta continuação você aprenderá sobre RDBMS.

Que tipo de banco de dados é o Access e o que significa RDBMS?

O Access é um banco de dados relacional. Se você nunca ouviu falar em banco de dados relacional esta é uma ótima oportunidade para compreender o que isso significa.

A sigla RDBMS refere-se ao termo em inglês Relational Database Management System (Sistema de Gerenciamento por Banco de Dados Relacional). E o que isso significa? Colocando o preto no branco, isso quer dizer que os dados contidos no banco de dados possuem algum tipo de relação, isto é, o seu tio está relacionado a você porque ou ele é irmão de sua mãe ou de seu pai. Se não fosse, ele não teria nenhuma relação direta com você.

Um banco de dados relacional funciona assim. A tabela contendo todas as cidades brasileiras e do mundo pode estar relacionada com uma tabela contendo todos os países do mundo. Porém, somente o país Brasil está diretamente relacionado a todas as cidades brasileiras na tabela de cidades do mundo. Desta forma, se você tivesse que consultar o banco de dados por país para criar uma lista de cidades, ao escolher Brasil, somente as cidades relacionadas ao Brasil seriam listadas.

Agora, volte ao exemplo do seu tio. Eu disse que se ele não for irmão de seu pai ou mãe; então, ele não está relacionado a você diretamente. Mas isso não quer dizer que esta pessoa não esteja relacionada a você de alguma outra forma.

Se o mundo animal surgiu de apenas uma célula que gerou toda a vida no planeta Terra; então, todos os animais estão relacionados de uma forma ou de outra. Assim, os animais próximos têm um relacionamento direto, como leões e leoas, ao passo homem e leão não possuem relacionamento direto, mas ambos são seres vivos que possuem características simulares como sangue, cérebro, coração, fígado, etc, gerando assim uma relação indireta.

Em um banco de dados relacional, o que você notará é exatamente isso. Às vezes, você possui várias tabelas onde duas estão diretamente relacionadas, mas na ponta de uma cadeia de relacionamento há uma tabela que não contém um campo comum com uma tabela na outra ponta do relacionamento; porém, ambas as tabelas possuem algum relacionamento, pois no meio do caminho existem outras tabelas relacionadas que eventualmente convergem para estas duas. Obviamente que este é apenas um exemplo simples. O Access nos permite criar bancos de dados relacionais muito mais complexos do que isso..